Início Aliança Aliança convida partidos “sem cartão dourado” para 36 debates no Youtube

Aliança convida partidos “sem cartão dourado” para 36 debates no Youtube

118
0

No dia em que os três canais generalistas irão passar em direto o debate entre Rui Rio e António Costa, o partido de Pedro Santana Lopes lançou um convite a todos os partidos sem assento parlamentar, que considera estarem a ser “praticamente ignorados pelos canais de televisão portugueses”, para um conjunto de debates através da Internet

Perante o que considera ser “uma intolerável iniquidade no tratamento televisivo destes partidos políticos”, o partido Aliança convidou esta segunda-feira todos os presidentes dos partidos sem assento parlamentar, e que concorrem em todos os círculos eleitorais nesta eleição da Assembleia da República, para participarem em 36 debates no Youtube.

Os debates irão decorrer no mês de setembro e serão transmitidos em direto num canal de vídeo criado para o efeito nesta rede social. O Aliança considera que estes partidos “sem cartão dourado” são “praticamente ignorados pelos canais de televisão portugueses com o pretexto de que não estão representados na Assembleia da República”.

“O facto de sermos adversários políticos não obsta a que nos possamos reunir em 36 debates contra a discriminação de que somos alvo por parte das televisões portuguesas. Contrariamente ao que querem fazer crer aos portugueses, os lugares parlamentares não vão ser disputados apenas pelos partidos eleitos na legislatura anterior”, defende Pedro Santana Lopes, presidente da Aliança, num comunicado do partido enviado às redações.

“Poderíamos ter decidido convidar apenas dois ou três partidos sujeitos à presente discriminação, mas resolvemos convidar todos os partidos que se apresentam ao eleitorado na mesma condição. Ter optado por organizar 36 debates, em vez da meia dúzia que seria suficiente para obter efeito mediático, é revelador de como somos diferentes”, refere ainda Santana Lopes.

O Aliança defende que esta é uma forma de “dar voz aos que não têm tido voz” e “combater pela defesa da própria democracia”, fazendo chegar pela Internet “maiores novidades” a “certos interesses instalados”. E considera que o partido consegue assim dar “um forte sinal de pioneirismo digital que modifica o paradigma da comunicação política nos meios audiovisuais”.

Na semana passada, os comunistas também decidiram lançar um contra-debate, queixando-se de terem sido “discriminados” nos frente a frente eleitorais. Por isso, esta segunda-feira, à mesma hora em que Rui Rio e António Costa estarão em direto nos três canais generalistas, Jerónimo de Sousa estará na Internet a responder a perguntas do público, através do site da CDU.

Fonte: Expresso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here