Início Aliança “Levanta-te do sofá”

“Levanta-te do sofá”

587
0

Comunicado

A propósito das próximas eleições legislativas é altura de clarificar! Este é o momento em que todas as forças políticas têm o dever de dizer aos Portugueses o que propõem para o seu País.

A Aliança está a fazer a sua parte. No passado fim de semana aprovámos no Senado as Traves Mestras do nosso programa base que já se encontra concluído.

Esse programa irá ser colocado na plataforma da Aliança www.partidoalianca.pt para participação pública durante dois meses e espera contar com o contributo de muitos Portugueses. É um programa evolutivo e colaborativo que só será fechado a 6 de Setembro. Simultaneamente, iremos percorrer o País através da iniciativa roteiros temáticos, que apresentará as medidas por oito áreas setoriais.

É importante que leiam e conheçam todas as medidas. Só assim poderão escolher conscientemente de entre as várias propostas aquela que consideram mais adequada para Portugal.

A Aliança é um partido Personalista, liberal e Solidário. Aqui, nestas três palavras, está a nossa essência: a pessoa e a dignidade do ser humano são o centro e o fim último de todas as nossas propostas, o valor cimeiro a proteger. 

Não aceitamos que cerca de 3 milhões de Portugueses, – repetimos 3 milhões – vivam sem dignidade, sem conforto e sem bens essenciais, já para não falar de tantos outros que com emprego vivem em pobreza envergonhada.

Ninguém pode ficar indiferente, num combate que reclama o envolvimento de todos, públicos, privados e entidades do terceiro setor.

Não aceitamos que pessoas dependentes, como os mais velhos, sejam abandonados, agredidos e mal tratados, sem que lhes seja dado o apoio devido em fim de vida.

Não aceitamos que pessoas com deficiência, sejam excluídas a qualquer título e que não sejam dados os devidos apoios que lhes permitam a sua plena integração.

Não aceitamos atrasos no pagamento das reformas ou nas prestações sociais.

Não esquecemos nem fazemos esperar quem mais precisa.

Queremos um SNS requalificado e eficiente, assente na liberdade de escolha para todos os Portugueses, seja através da generalização dos seguros de saúde, seja através da abertura da ADSE. Um sistema onde coabitem públicos, privados e terceiro setor, que aumentem a oferta e contribuam para a sua qualidade. Sem listas de espera, sem adiamentos de cirurgias e serviços fechados.

Por sermos intransigentes neste combate pelas pessoas, também elegemos como causa transversal o crescimento económico e a criação de um ambiente propício ao investimento, com uma fiscalidade estável e atrativa, com redução de impostos para pessoas e empresas, com uma justiça mais célere e com processos céleres e transparentes.

Só assim se criará riqueza e se conseguirá a tão necessária redução da carga fiscal para as famílias e empresas. E é também por isso que defendemos uma nova atitude na Europa que nos faça convergir com a média do pib per capita dos outros países, que canalize todos os fundos estruturais no apoio ao crescimento, nas empresas e no aumento da nossa competitividade e produtividade, designadamente no investimento público nas infraestruturas portuárias, ferroviárias e aeroportuárias. Não queremos ser uma ilha na Europa, quando somos e devemos ser a sua principal porta de entrada, capitalizando a nosso favor o investimento estrangeiro.

Queremos um país uno, coeso, do norte ao sul, do interior ao litoral e nas Regiões Autónomas, promovendo a coesão territorial a que associaremos políticas demográficas e fiscais combinadas com a descentralização de competências e desconcentração de serviços.

Queremos uma nação mais jovem, mais saudável, mais culta e qualificada. Que desde cedo, na escola, seja incentivada a ter vidas saudáveis, a praticar deporto e a dedicar-se à cultura e às artes, num modelo educativo pluridisciplinar que aposte no desenvolvimento pessoal, criativo e empreendedor.

Queremos uma sociedade onde as gerações mais jovens se interessem pelos grandes temas da atualidade, motivando-os a participar na construção de uma sociedade mais preparada e inclusiva, assente em bons valores e tentar reverter assim a mediocridade em que está imersa a atividade política.

Queremos um país exemplar no combate às alterações climáticas e na defesa do ambiente, através da descarbonização progressiva e da aposta na economia circular.

Estas são algumas das nossas ideias que desenvolveremos neste caminho de clarificação em que a Aliança aposta, dando a conhecer todas as suas propostas, numa lógica de proximidade, no terreno e com o envolvimento com todos os cidadãos.

A Aliança é das pessoas e para as pessoas. Junta-te a nós e vem construir connosco o futuro de Portugal!

LEVANTA-TE DO SOFÁ!

A Comissão Executiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here