Início Atualidade PSOE vence eleições e procura parceiros para governar Espanha

PSOE vence eleições e procura parceiros para governar Espanha

317
0

PSOE (socialista) ganhou as eleições gerais realizadas este domingo em Espanha, mas para governar vai ter de negociar com outros partidos, nomeadamente os independentistas catalães responsáveis pela queda do atual executivo.

O primeiro-ministro, Pedro Sánchez, precisa do apoio de pelo menos 176 deputados, a metade mais um dos 350 eleitos no Congresso dos Deputados, para poder governar sem os sobressaltos da anterior legislatura.ESPANHA: PARTICIPAÇÃO ELEITORAL PODE BATER RECORDES

De momento, o PSOE cujos resultados provisórios lhe dão 122 deputados apenas conta com o muito provável apoio do Unidas Podemos com 42, tendo o conjunto dos dois partidos 164 assentos na câmara baixa das Cortes Gerais.

Sánchez precisa de encontrar pelo menos mais 12 deputados para conseguir a estabilidade que não teve anteriormente com apoios pontuais que falharam ao fim de 10 meses de Governo.

Os nacionalistas do País Basco, o PNV (Partido Nacionalista Basco), com seis deputados, já mostrou que é um parceiro em quem se pode confiar, mas não é suficiente para alcançar os 176 eleitos necessários.

A grande incógnita são os separatistas catalães, nomeadamente, a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) com 15 deputados e Juntos pela Catalunha com sete, os mesmos que ajudaram Pedro Sánchez a chegar a primeiro-ministro, mas que em fevereiro foram os principais responsáveis pela sua queda e pela marcação das eleições.

Os independentistas são responsáveis pelo executivo regional na Catalunha e fazem depender o seu apoio aos socialistas a avanços nas suas pretensões de se separar de Espanha, o que é inaceitável para Pedro Sánchez.

Os analistas ainda não descartaram totalmente a possibilidade de uma eventual coligação pós-eleitoral entre o PSOE e o Cidadãos, apesar dos dois partidos terem, antes das eleições, repetido que não se iriam aliar, preferindo associar-se a movimentos dentro do seu próprio bloco político, um de esquerda e o outro de direita.

Os dois partidos conseguiriam reunir em conjunto um total de 179 deputados — 122 do PSOE e 57 do Cidadãos — mais do que suficiente para formar um Governo estável.

Os dados finais, ainda provisórios, quando estão escrutinados 94,21% dos votos, mostram que o PSOE elege 122 deputados (28,8% dos votos) no Congresso dos Deputados, o PP (Partido Popular, direita) 65 (16,7%), o Cidadãos 57 (15,8%), o Unidas Podemos 42(extrema-esquerda) 42(14,3%) e o Vox 24 (10,2%).

Fonte: Jornal de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here