Início Ambiente Secretário de Estado do Ambiente demite-se após caso da nomeação do primo

Secretário de Estado do Ambiente demite-se após caso da nomeação do primo

140
0

Carlos Martins demite-se na sequência de caso, noticiado pelo Observador, de nomeação do primo para adjunto do seu próprio gabinete. Saída foi comunicada enquanto decorria o Conselho de Ministros.

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, demitiu-se na sequência da nomeação do caso da nomeação primo. A demissão foi confirmada numa nota do ministério do Ambiente que anuncia que o governante — que se encontrava “em representação do Governo português na Costa Rica” — apresentou esta quinta-feira “o seu pedido de demissão.” A demissão surge na sequência da notícia do Observador que avançou que o governante tinha nomeado o primo para o adjunto, o que já tinha levado ao afastamento do familiar na quarta-feira. Governo comunicou decisão.

Nessa mesma nota do governo, Carlos Martins justifica o timing da decisão: “Estou em missão de trabalho no estrangeiro e tomei conhecimento da polémica em torno da nomeação de um membro da equipa do meu gabinete“. O secretário de Estado destaca que  agiu “sempre por critérios de boa-fé” e procurou dar o seu “melhor para atingir os objetivos do Governo e do Ministério do Ambiente e da Transição Energética“.

O governante justifica a saída porque entende que “o assunto pode prejudicar o Governo, o Partido Socialista e o primeiro-ministro“. Por isso, escreve o secretário de Estado, “com a mesma honra” que determinou a “aceitação de funções governativas” Carlos Martins entendeu pedir a demissão ao primeiro-ministro e ao ministro do Ambiente. “A demissão foi aceite pelo ministro e pelo primeiro-ministro”, concluiu o governante.

Fonte : OBSERVADOR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here