Viver é mais do que...

Ninguém quer morrer! Ninguém quer que alguém morra! Ninguém quer matar alguém! Tenho opinião sobre o tema “Eutanásia” há muitos anos, especificamente...

Nascemos e vivemos de cultura.

Necessitamos urgentemente de cultura, deve existir mais apoio ao teatro e melhor gestão da agenda cultural das...

Eutanásia – O ímpeto ideológico...

Vivemos tempos de resistência. E se há bem maior pelo qual a resistência vale a pena, é a Vida....

MAIS VISTOS

Ajude a Aliança

Com o seu contributo, ajude o Partido a reforçar a capacidade financeira.

500€
200€
100€
70€
50€
20€
10€

Opinião

Viver é mais do que respirar!

Ninguém quer morrer! Ninguém quer que alguém morra! Ninguém quer matar alguém! Tenho opinião sobre o tema “Eutanásia” há muitos anos, especificamente desde há 15 anos, quando assisti ao fim de vida do meu...

Nascemos e vivemos de cultura.

Necessitamos urgentemente de cultura, deve existir mais apoio ao teatro e melhor gestão da agenda cultural das salas por todo o país, como por exemplo no distrito de Braga:...

Eutanásia – O ímpeto ideológico e totalitarista da esquerda

Vivemos tempos de resistência. E se há bem maior pelo qual a resistência vale a pena, é a Vida. Saibamos estar à altura destes tempos e assumir o nosso papel na...

157 minutos pela hora da morte

Quando na semana passada escolhi - para abordar neste espaço de opinião semanal - o tema da eutanásia, não esperava que pudesse vir a provocar tão acesos comentários entre os vários...

Aliança

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

A ALIANÇA sempre assumiu a defesa intransigente dos cidadãos portadores de deficiência. Não poderíamos deixar de assinalar esta data, com o objetivo de sensibilizar todos para esta realidade e para tudo o...

Alverca tem capacidade para ter um dos aeroportos modelo da Europa

O MIRANTE falou com José Furtado, um dos engenheiros responsáveis pelo estudo que defende a solução Alverca ao invés do Montijo. Caso a solução Montijo avance, Alverca deixará de poder ter qualquer...

Santana. “Ministérios também deviam sair de Lisboa”

Enquanto primeiro-ministro, Santana Lopes deslocou seis secretarias de Estado. A ideia de transferir secretarias de Estado para outras zonas do país não é nova. Santana Lopes...